×

WR3AD1NG D1GIT5

A ETERNIDADE DURA UMA HORA


54 anos após as Conferências de Genebra de 1965, dedicadas ao tema “O Robot, o Animal e o Homem”, o eco primordial de Calliope, “a eternidade dura uma hora”, volta a ser programado. Ou, pelo menos, parte deste. Desta feita, sobre si mesmo, tomando a forma de um “livro d’horas”, contendo 120 orações distribuídas ao longo de 60 páginas.

Partindo do relato que Pedro Barbosa (“Literatura Cibernética”; “A Ciberliteratura”) e, através deste, Fernando Namora (“Diálogo em Setembro”) fazem das famosas conferências, Diogo Marques e Ana Gago (colectivo wr3ad1ng d1g1t5), em colaboração com Ana Sabino, apresentam uma edição alternativa que é também uma homenagem.


AUTHORS: Ana Gago, Ana Sabino, Diogo Marques

saber mais......

A ETERNIDADE DURA UMA HORA